Está com dúvidas se o WordPress é seguro para criar o seu site? Leia e entenda!

Por Erik Willian

esta-com-duvidas-se-o-wordpress-e-seguro-para-criar-o-seu-site-leia-e-entenda.jpeg

O WordPress surgiu como uma ferramenta voltada para a construção de blogs. Porém, devido a sua rápida evolução, hoje é possível criar sites institucionais e até mesmo lojas virtuais.

Com tantos recursos oferecidos, esse sistema tem sido amplamente utilizado pelas empresas e pelas pessoas físicas. Apesar de sua grande aceitação, algumas pessoas ainda se perguntam: “o WordPress é seguro?”.

Poderíamos dar uma resposta simples, como um “sim”. Contudo, é necessário analisar todas as características desse sistema e entender o motivo da desconfiança.

Os benefícios já são bastante conhecidos por parte do público. Para quem deseja ser encontrado na busca orgânica do Google, por exemplo, usar o WordPress é a melhor opção, pois o site é facilmente indexado para ser encontrado pelo mecanismo.

Sabendo disso, vamos entender por que o WordPress é confiável e como se proteger de possíveis ameaças. Acompanhe:

Por que o WordPress é seguro?

Atualização constante

Quem utiliza o WordPress sabe que regularmente saem novas atualizações. O motivo dessas constantes modificações é para eliminar as vulnerabilidades. Quaisquer erros que sejam detectados, rapidamente são corrigidos nas novas versões.

Equipe qualificada

Por trás desse sistema de criação de sites estão diversos desenvolvedores e pesquisadores trabalhando para a manutenção constante. Caso apareça alguma brecha no sistema, os profissionais especialistas conseguem entregar as melhores soluções.

Popularidade

Quase 30% de todos os websites são WordPress. A popularidade pode ser considerada um sinal de confiança dos usuários no sistema. Com tantas pessoas ao redor do mundo utilizando essa tecnologia, a responsabilidade é grande. Portanto, a empresa por trás dessa ferramenta, não pode se dar ao luxo de deixar esses usuários na mão.

Outra vantagem de contar com uma grande comunidade é receber os feedbacks. Além do time de desenvolvedores do WordPress, muitos dos que estão de fora conseguem identificar alguns erros e reportá-los.

Plugins de segurança

Existem plugins para quase todos os propósitos imagináveis nesse sistema. Assim como conseguimos instalar softwares em nossos computadores, é possível inserir novas funcionalidades em seu site. Os plugins de segurança são essenciais para evitar futuras dores de cabeça.

O que fazer para aumentar a segurança?

Como vimos, o WordPress é seguro, mas não é impossível que haja problemas. Na maioria das vezes, quando surge alguma falha, é porque o usuário não tomou os devidos cuidados. Nesses casos, podem acontecer alterações no site e roubo de dados.

O maior motivo de algumas pessoas duvidarem da sua segurança é que grande parte dos sites são WordPress. Resumindo: a probabilidade do usuário que foi infectado utilizar esse sistema é grande. Portanto, não há como culpar a estrutura usada no site.

Você pode se prevenir tomando simples medidas.

Pesquise bem antes de sair baixando plugins ou temas

Baixar plugins e temas sem nenhum critério é um dos piores erros que você pode cometer. É necessário olhar as avaliações desses elementos, a sua popularidade e a opinião de quem os utiliza.

Como não é possível controlar todos que desenvolvem esses plugins, alguns os lançam na web com má intenção. Sendo assim, você deve tomar cuidado e não baixá-los em qualquer lugar, pois há muito pirataria.

Faça sempre as atualizações

As atualizações são fundamentais para corrigir os possíveis problemas. Sempre que lançarem uma nova versão, é importante que você atualize a sua. Atualmente, temos a comodidade de essa ação ser feita automaticamente — e, desse modo, o sistema ganha mais segurança.

Além do WordPress, os plugins e temas também devem ser atualizados.

Troque a senha periodicamente

Essa dica vale para tudo, não apenas para o WP. Você já deve saber da importância de ter uma senha forte, que não seja óbvia. No entanto, poucos têm o cuidado de trocar a senha regularmente.

Mude o nome do usuário

Quando você instala o WordPress e faz o 1º login, o seu nome de usuário será “admin”. Esse nome é comum para todos, ele já vem de fábrica. Portanto, caso você não o troque, o invasor terá meio caminho andado.

Faça backups

Vamos supor que você fez tudo certo, mas, mesmo assim, alguém entrou no seu site e roubou os seus dados. O que fazer nessas horas? Se não tiver feito um backup, só resta lamentar.

É extremamente indicado que você esteja constantemente fazendo um backup dos arquivos. Caso contrário, correrá o risco de perdê-los para sempre. Isso pode ser feito semanalmente ou mensalmente, salvá-los na nuvem ou em um HD externo. Enfim, o importante é se precaver.

Existem alguns plugins de segurança que restauram o site para a última versão antes da invasão. Vale a pena dar uma pesquisada.

É necessário contratar profissionais especializados?

Para quem pretende montar um blog pessoal mais simples, sem a intenção de ganhar dinheiro por meio dele, não há necessidade de investir nesse tipo de serviço. Entretanto, se o seu objetivo for ganhar visibilidade e conquistar clientes, então é aconselhável deixar nas mãos de profissionais.

O 1º motivo é que, mesmo que você conheça o WordPress profundamente, não vai conseguir conciliar o seu trabalho com o desenvolvimento do site. Leva tempo para configurá-lo da melhor forma e deixá-lo do jeito que você quer.

Após seu desenvolvimento, será necessária uma manutenção constante. Além de tomar muito tempo, é um trabalho árduo para apenas uma pessoa. Há diversos detalhes mais técnicos que precisam de um olhar profissional.

Tentar ser multitarefa pode comprometer todo o trabalho. Ninguém consegue ser designer, programador e redator ao mesmo tempo e, ainda, fazê-los com excelência. O seu site deve ser atraente, navegável e converter clientes. Para isso, é preciso um bom planejamento e boa execução.

Os especialistas já conhecem as ferramentas que funcionam e são seguras para utilizar nos projetos.

O que podemos concluir?

Por todos os fatores listados, podemos assegurar que o WordPress é seguro. O que fará a diferença, no final das contas, é o cuidado que o usuário ou a equipe responsável terá.

Não basta criar um site que o problema já está resolvido. Ele precisará ser monitorado constantemente para evitar possíveis invasões e para cumprir o seu objetivo. Da mesma forma, se você não conhecer as ferramentas que o sistema oferece, estará desperdiçando o seu potencial.

Portanto, pesquise bastante antes de tomar qualquer ação ou deixe esse trabalho nas mãos de alguém de confiança. É o seu negócio que está em jogo — então, é preciso ter cuidado. Mesmo que as chances de invasão sejam pequenas, um site institucional deve ser levado a sério. O WordPress é seguro e pode ser o que faltava para impulsionar o seu negócio.

Quer saber mais sobre os cuidados que você deve ter com o seu website? Confira as 5 razões indiscutíveis para se importar com sua manutenção.

Erik Willian

Fundou a Digital Pixel em 2010, nascido em Belo Horizonte / MG, é experiente tanto na área de desenvolvimento como nas atividades de planejamento, atendimento. Atualmente é o responsável, na Digital Pixel pelo setor comercial e planejamento. Trabalhando com prospecção e adquisição de novas parcerias/clientes para a empresa. Participa ativamente dos projetos da empresa, e esteve presente desde a pré-contratação à entrega em mais de 1000 projetos web de diversos seguimentos.

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Comente com o Facebook

Av. do Contorno - n°3979 sala 1004
Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG
30110-021

(31) 3384-8620

contato@digitalpixel.com.br

Voltar Para o Site