Como obter resultados com a sua campanha do Google Adwords?

Por Erik Willian

como-obter-resultados-com-a-sua-campanha-do-google-adwords.jpeg

Ao iniciar uma pesquisa sobre como alcançar relevância nas estratégias digitais e aumentar vendas usando marketing digital, muitos profissionais deparam-se com os resultados na campanha do Google Adwords como uma oportunidade para alavancar negócios.

De fato, os anúncios do Google Adwords podem gerar resultados satisfatórios quando a ferramenta é usada adequadamente, explorando corretamente seus recursos disponíveis e fazendo as otimizações necessárias para obter melhor retorno das campanhas.

Hoje, vamos abordar tudo o que é preciso conhecer para iniciar uma estratégia de Google Adwords voltada para os objetivos da empresa. Dessa forma, antes de se decidir por anunciar na internet, é possível conhecer as nuances da solução, como executá-la com mais eficácia, quais erros evitar e como atingir resultados de acordo com a estratégia de vendas da empresa.

1. Erros que podem matar a sua campanha

Antes de abordamos as ações que proporcionam bons resultados nos anúncios do Google, vamos destacar quais erros são mais recorrentes e fazem com que as campanhas deem baixo retorno, prejudicando o investimento do negócio.

Saber o que não fazer em uma estratégia de marketing digital é tão importante quanto conhecer as melhores práticas da solução. Portanto, confira quais erros evitar:

Não usar a segmentação geográfica

O Google Adwords oferece diversos recursos de segmentação de público. Entre os principais, está o geográfico, que consiste em limitar geograficamente o alcance da campanha, impedindo que ela seja realizada em localidades que a empresa não atende.

Por exemplo, se o negócio só atende o estado de São Paulo, mas não utiliza a segmentação, o anúncio será exibido em outros locais nos quais não resultará em vendas. Assim, a campanha fica muito mais onerosa, sem oferecer os resultados esperados.

Não atualizar dados da campanha

Uma falta grave e recorrente nas campanhas de Adwords é quando a marca altera preços, condições e formas de pagamento do site, mas não faz essa atualização nos anúncios. Em alguns casos, a empresa pode ser acusada de propaganda enganosa por esse erro.

O problema pode causar tanto a perda de cliques — nos casos em que a condição atualizada é mais vantajosa que a antiga — quanto resultar em perda da conversão, quando o cliente chega ao site e se depara com uma oferta distinta da anunciada.

Escolher uma URL de destino ineficiente

Quando um cliente clica em um anúncio, mas é direcionado para uma página genérica, como a home do site, ele não tem a expectativa dele atendida e possivelmente abandona o processo de compra.

O indicado é que cada campanha tenha uma landing page, na qual o usuário encontre especificamente o produto ou serviço anunciado. Esse direcionamento correto facilita o processo de compra e diminui o número de cliques necessários para que o consumidor encontre o que procura.

Utilizar palavras-chave ruins

A definição das palavras-chave é fundamental para uma campanha de sucesso. Escolher palavras-chave inadequadas, que não tenham relação com o produto ou que tem sentido duplo prejudica todo o desenvolvimento da campanha, pois gera um tráfego desqualificado. Portanto, atente-se aos seguintes pontos na criação de suas campanhas:

  • inicie usando palavras focadas e amplie, caso necessário;
  • identifique os termos de pesquisa utilizados pelo seu público-alvo;
  • escolha termos que tenham relação com o anúncio e a página de destino;
  • analise o índice de qualidade das palavras-chave;
  • invista em palavras que gerem mais conversões.

Com esses cuidados, a eficácia dos termos selecionadas e da campanha aumenta.

Não usar um código de acompanhamento de conversão

Um erro comum consiste na criação de campanhas, mas na ineficácia das formas de análise e acompanhamento dos resultados. Manter no ar uma campanha que não pode ser mensurada oferece diversos prejuízos para o negócio.

O código de conversão instalado no site permite identificar o número de conversões de cada anúncio, horário e dia da conversão, quais anúncios são mais eficazes etc.

Apenas com o código de conversão será possível analisar a campanha; tanto para realizar otimizações quanto para avaliar quais tem gerado retorno sobre o investimento.

Ter apenas um anúncio por campanha

Para simplificar, muitos profissionais elaboram apenas um anúncio para a campanha e já colocam no ar.

O correto, entretanto, é criar cerca de três anúncios por campanha, permitindo que haja parâmetros de comparação de desempenho. Assim, as ações podem se embasar na proposta que apresenta melhores resultados.

Conforme um anúncio seja mais relevante, os outros podem ser pausados ou reelaborados.

Errar nos tipos de campanha

O Google Adwords oferece dois tipos de rede de anúncios: a rede de pesquisa e a rede de display. Na primeira, os anúncios são exibidos na página de resultados do Google após uma pesquisa; na segunda, nos sites parceiros.

Indica-se que, ao iniciar um investimento na solução, a rede de pesquisa seja o foco. Como a rede de display exige experiência em branding, pode haver prejuízos, antes que se consiga acertar a campanha.

No geral, também é importante que as campanhas — quando realizadas nas duas redes — sejam separadas. Assim, é possível analisar melhor os resultados e otimizar adequadamente cada uma delas.

Configurar mal o remarketing

O remarketing é uma das ações de anúncios na internet que oferece melhor retorno, pois gera uma alta taxa de conversão, mesmo com baixo investimento.

No entanto, o recurso só oferece esses bons resultados quando o código de remarketing está configurado corretamente no site e instalado em todas as páginas. Também não se pode esquecer de configurá-lo no Adwords.

Devido ao alto ROI, a solução é uma boa oportunidade para negócios de diferentes segmentos.

Abandonar a campanha

O abandono da campanha é quando, após iniciada a ação — com a criação dos anúncios e definição da estratégia —, a empresa deixa a ferramenta “trabalhando sozinha”.

Os bons resultados dos anúncios ocorrem justamente devido à alta capacidade de otimização e constante atualização da solução.

Dessa forma, quando deixada de lado, apenas com renovação do valor investido, rapidamente a ação perderá o objetivo e deixará de trazer resultados para a empresa.

Não analisar os resultados

As diversas métricas disponibilizadas pela ferramenta é o que permite atingir bons resultados na campanha do Google Adwords.

Portanto, acompanhar periodicamente os resultados atingidos é fundamental para otimizar, extrair melhores resultados e diminuir os custos da campanha.

2. Por que você precisa de uma estratégia para as campanhas?

Como os anúncios digitais consistem em uma estratégia de marketing digital com foco em vendas, muitas empresas afirmam que a estratégia para a campanha é vender mais.

Ainda que aumentar as vendas com marketing seja um objetivo, ele não direciona a empresa em quais ações tomar e de que forma agir para atingir resultados. A definição tanto do objetivo da empresa quanto da estratégia será essencial para que as campanhas obtenham sucesso.

Algumas perguntas que podem ajudar a direcionar a estratégia e, dessa forma, criar uma ação mensurável e voltada para um retorno sobre o investimento satisfatório são:

  • Quais os objetivos e metas do negócio com os anúncios no Google?
  • Qual a persona de cada campanha e como atraí-la?
  • Quais ações serão desenvolvidas visando alcançar esses objetivos e esse público?
  • Como meus concorrentes têm atuado e o que oferecem?
  • Quais diferenciais desenvolverei para me destacar da concorrência?

Ao responder essas questões, a empresa já direciona a estratégia para um foco e, com isso, tem mais chances de acertar no desenvolvimento das ações.

Por exemplo, a empresa não consegue aumentar em 20% as vendas só por iniciar uma campanha. O ideal é que se defina uma meta que inclua quantos acessos e conversões devem ocorrer em um tempo X, com um investimento Y, para que se alcance os resultados almejados.

3. O que você precisa saber para criar uma campanha que realmente funciona?

Uma vez que já foram abordadas as práticas ruins do Google Adwords, reservamos um espaço para falar sobre quais são as boas práticas, e também um passo a passo de como iniciar uma campanha de anúncios.

Quais as melhores práticas?

As melhores práticas são as ações que já foram desenvolvidas e analisadas por profissionais e empresas da área e se consolidaram como aquelas que possibilitam um melhor retorno sobre o investimento.

Portanto, em vez de iniciar a solução apenas com o básico, é possível começar aplicando as melhores ações. Confira:

Use a sazonalidade a seu favor

Todo segmento tem um período do ano no qual as buscas pelos produtos crescem. Pode ser tanto em datas comemorativas — a exemplo do Natal —, como em épocas do ano, tal qual o verão, para vendedores de ar-condicionado.

Para aumentar as vendas nesses períodos, identifique as épocas mais vantajosas para o negócio e aumente o orçamento do Adwords nesse período, garantindo que a campanha não fique fora do ar no melhor momento de vendas.

Invista em mobile

Em um momento no qual mais da metade das pesquisas no Google já ocorrem por dispositivos móveis, fazer com que os anúncios cheguem ao mobile é fundamental para atingir esse potencial público.

O desenvolvimento de campanhas de anúncios para o mobile, no entanto, deve respeitar algumas especificidades da plataforma, como número de caracteres no anúncio, texto do Call to Action etc.

Tenha um orçamento maior que o recomendado

Ao configurar uma campanha no Adwords, a própria ferramenta sugere um orçamento. Por ser o valor mínimo, muitas pessoas acabam confirmando e usando esse parâmetro para a campanha.

O indicado, entretanto, é que seja investido um valor superior ao sugerido pela ferramenta. Isso fará com que o Google exiba o anúncio com maior frequência, por entender que a campanha tem uma verba mais alta disponível.

Use a palavra-chave no texto do anúncio

É comum o uso da palavra-chave da campanha apenas no título do anúncio. No entanto, usando o termo no corpo do anúncio — bem como variações da palavra —, é possível melhorar o ranqueamento do anúncio, tornando-o mais atraente para o usuário.

É fundamental que o uso dos termos no decorrer do anúncio ocorra de forma natural e coesa, para não prejudicar a compreensão da mensagem.

Trabalhe com palavras-chave negativas

Muitas pessoas realizam pesquisas no Google sem necessariamente ter qualquer objetivo de compra. Por exemplo, se um usuário pesquisa “curiosidades da informática”, não adianta exibir um anúncio sobre produtos de informática para ele.

Selecionar palavras-chave negativas faz com que o anúncio só seja exibido para usuários que possuem maiores chances de compra, otimizando os recursos do investimento.

Limite as palavras-chave da campanha

O Google Adwords não limita o número de palavras-chave usadas em um anúncio, o que incentiva muitas pessoas a criarem listas imensas de termos. Essa opção, entretanto, é pouco eficaz.

Valorize a escolha de palavras-chave relevantes e de qualidade, que façam parte dos termos de pesquisa usados pelos usuários. Assim, a campanha torna-se mais restrita, sem perder a eficácia. A definição de 7 a 12 palavras-chave por campanha tende a ser suficiente para apresentar bons resultados.

Observe o índice de qualidade

O índice de qualidade é uma avaliação feita pelo próprio Google, que dá notas de 1 a 10 para os anúncios de acordo com a relevância para a pesquisa. São considerados:

  • o anúncio;
  • as palavras-chave;
  • a página de destino.

Quanto mais relevante forem esses aspectos, maior será o índice de qualidade, resultando em preço mais baixo e melhores posições na exibição. Portanto, atente-se sempre à qualidade dos anúncios para otimizar o orçamento e melhorar os resultados.

Fique de olho no leilão no Google Adwords

O leilão no Adwords tem o objetivo de tornar a concorrência dos anúncios mais justa. A exibição dos anúncios no Google não ocorre aleatoriamente. Ela é definida levando em consideração o índice de qualidade do anúncio e o valor que a campanha está disposta a pagar pela impressão.

Assim, tenha um orçamento maior do que mínimo indicado e trabalhe em otimizações que aumentem o índice de qualidade do anúncio. Isso permite que ele se destaque em relação aos concorrentes.

Como criar uma campanha que realmente funciona?

Conhecendo as melhores práticas, é possível utilizá-las na criação de uma campanha voltada para resultados concretos. Definimos 8 passos que podem ser usados como um norteador de como criar uma campanha que funcione:

Conheça a estratégia

Inicialmente, é necessário conhecer a estratégia de anúncios no marketing digital. Ao conhecer a solução, será possível definir a importância dela nos objetivos de mercado do negócio, o que faz com que os anúncios não sejam uma ação desligada das metas da empresa.

Ao pesquisar, informar-se e aprender sobre a solução, o decisor poderá definir:

  • qual o tamanho da estratégia;
  • por que ela é importante para a empresa em um determinado momento;
  • quais resultados podem ser esperados a partir dela.

Coletar informações é fundamental para que as expectativas da empresa sejam realistas e alinhadas com as oportunidades geradas pela estratégia.

Tenha domínio sobre a ferramenta

A criação, gerenciamento, otimizações e mensurações de todas as campanhas do Google ocorrem por meio do Google Adwords. O domínio da plataforma é, então, fundamental para que se dê início a estratégia.

Crie uma conta gratuita na plataforma e a explore, de forma a conhecer seus recursos e saber como ela funciona. Para quem nunca teve contato, o próprio Google disponibiliza um Guia para Iniciantes no Adwords. Também é possível encontrar dicas na Central de Ajuda do Adwords.

Além dos materiais do Google, é possível pesquisar tutoriais, vídeos e outros conteúdos educativos sobre o tema.

Defina o objetivo da estratégia

Conhecendo a solução, é possível definir o objetivo da estratégia. Como mencionado anteriormente, as metas e objetivos direcionarão as ações realizadas.

Caso o objetivo seja duplicar as vendas da loja virtual, por exemplo, será necessário um alto investimento, condizente com a meta estipulada. Se o objetivo for aumentar em 10% as vendas, o orçamento será outro.

Dessa forma, é fundamental que o objetivo do negócio esteja de acordo com a realidade da estratégia e do orçamento disponível para marketing digital.

Defina suas personas

No Google, são realizadas 100 bilhões de pesquisas mensalmente. O número faz muitas pessoas acreditarem que “investir para todos os lados” talvez acabe impactando alguém. No entanto, uma campanha criada sem bases tem pouquíssimas chances de entregar resultados.

Conhecer o público-alvo e definir as personas para as quais os anúncios serão direcionados é essencial. As personas correspondem a personagens semi-ficcionais que representem o cliente ideal da empresa.

Além de direcionar as campanhas para pessoas com real interesse no que a marca tem a oferecer, a definição de personas também permite adequar:

  • a linguagem utilizada;
  • o recorte geográfico da campanha;
  • o horário de exibição etc.

Conheça a concorrência

Antes de iniciar uma campanha no Adwords, a análise da concorrência — para conhecer as práticas adotadas e o comportamento de mercado — permite começar com mais consistência.

Identifique quais ações têm sido realizadas, assim como possíveis brechas nas campanhas que ajudem a tornar a ação da empresa mais assertiva, explorando espaços deixados vazios.

Use o planejador de palavras-chave

As palavras-chave são o centro da estratégia de Adwords, pois é a partir delas que a empresa poderá ser encontrada pelo público. A definição dos termos deve ser feita usando todos os recursos disponíveis. Isso permite encontrar as palavras de maior qualidade e relevância para o público.

A própria ferramenta disponibiliza um planejador de palavras-chave que possibilita encontrar termos relacionados, saber o volume de buscas do termo e o lance. Existem outras ferramentas que também auxiliam no processo de identificar palavras, como o SEMRush.

Mensure os resultados

As estratégias digitais oferecem diversas métricas que podem ser acompanhadas constantemente para identificar o sucesso da campanha. Com os KPIs (Key Performance Indicators) a empresa consegue saber tudo o que acontece na campanha e onde é possível melhorar.

Entre as métricas relevantes para acompanhar, destacam-se:

  • número de visitas;
  • taxa de conversão;
  • taxa de clique;
  • custo por clique etc.

Também é importante analisar dados mais complexos da campanha, como ROI e custo de aquisição por cliente.

Otimize constantemente

Após as análises, fica mais fácil definir de quais otimizações as campanhas precisam para que apresentem melhores resultados. Como afirmamos, a mensuração e constante otimização das campanhas é o que permite alcançar bons números e melhorar o ROI obtido.

Depois de se colocar a campanha em funcionamento, as etapas rotineiras consistem sempre em mensurar e otimizar, acompanhando o que tem dado certo e o que continuar testando.

Sabendo como iniciar uma campanha no Google Adwords e quais os benefícios disso, a empresa deve levar em consideração alguns fatores, como:

  • o investimento que está disposta a fazer;
  • os resultados que pretende obter;
  • a forma de acompanhamento e gerenciamento da estratégia.

Nesse momento, a principal dúvida que surge é: fazer a campanha internamente ou contratar uma agência especializada?

4. Contratar uma agência vale a pena?

Uma vez que o Google permite que qualquer pessoa crie uma conta no Adwords e emita um boleto para dar início a uma campanha, muitas pessoas se questionam se é realmente necessário contratar uma agência especializada para executar a estratégia.

Por que contratar se eu consigo fazer sozinho?

De fato, é possível fazer internamente uma campanha de Adwords e colocá-la em funcionamento. Mas, como mostramos acima, para obter sucesso na solução, é necessário fazer mais do que colocar a campanha no ar.

Considerar alguns fatores pode auxiliar nesse momento como:

1. Qual o tempo que tenho disponível para me dedicar a estratégia? 

Serão necessárias algumas horas semanais para:

  • mensurar resultados;
  • avaliar;
  • criar relatórios;
  • identificar oportunidades de melhoria;
  • otimizar e testar a campanha.

2. Qual domínio eu tenho sobre a ferramenta? 

Quanto mais conhecimento de como funciona a plataforma, maiores as chances de obter bons resultados na campanha do Google Adwords e aumentar o ROI.

Quais as vantagens de contratar uma agência especializada?

A contratação de uma agência especializada, por sua vez, pode gerar alguns benefícios, como:

Melhorar o ROI da estratégia

O desenvolvimento de uma campanha envolve conhecimentos diversos de marketing digital, uso da ferramenta, design, análise de público etc.

A empresa deve ponderar se está disposta a fazer esse investimento internamente ou se prefere optar por uma agência que já possui esse know how acumulado.

Ao contratar uma agência, a empresa garante a melhora da performance da campanha e, consequentemente, um melhor retorno sobre o investimento.

Acompanhar dos resultados

Diferentemente de algumas soluções, que não podem ser mensuradas ao contratar uma empresa externa, o Adwords oferece uma série de métricas e KPIs.

Dessa forma, a agência contratada será responsável por entregar resultados e comprová-los, por meio de relatórios que indiquem o desempenho da campanha.

Dedicar mais tempo ao negócio

Uma campanha que seja acompanhada adequadamente costuma exigir uma dedicação mensal de 16 a 32 horas. Esse tempo pode representar um grande ônus para a área comercial da empresa, prejudicando o desenvolvimento de outras atividades.

Portanto, a definição de como a estratégia será desenvolvida implica em considerar diversos aspectos internos da empresa e avaliar quais as expectativas do negócio em iniciar uma presença on-line mais consistente e profissional.

5. Quando terei resultados na campanha do Google Adwords?

Por fim, vamos esclarecer uma questão fundamental: em quanto tempo a campanha do Google Adwords dá retorno? Muitos profissionais afirmariam que imediatamente, mas essa seria uma meia verdade.

De fato, após o planejamento e criação das campanhas, elas já podem ser colocadas no ar e atrair cliques logo em seguida.

Entretanto, devido às otimizações necessárias — inclusive automações realizadas pelo próprio Google —, a solução pode demorar algum tempo para se estabilizar. Indica-se um período médio de 30 dias para que a campanha ganhe estabilidade e possa ser adequadamente analisada.

Caso, depois de 90 dias de execução da estratégia, os resultados na campanha do Google Adwords ainda não tenham aparecido, indica-se reiniciar a estratégia, ajustá-la ou procurar ajuda profissional.

Quer mais informações de como o Google Adwords pode melhorar os resultados em vendas da sua empresa? Entre em contato com a nossa equipe!

Erik Willian

Fundou a Digital Pixel em 2010, nascido em Belo Horizonte / MG, é experiente tanto na área de desenvolvimento como nas atividades de planejamento, atendimento. Atualmente é o responsável, na Digital Pixel pelo setor comercial e planejamento. Trabalhando com prospecção e adquisição de novas parcerias/clientes para a empresa. Participa ativamente dos projetos da empresa, e esteve presente desde a pré-contratação à entrega em mais de 1000 projetos web de diversos seguimentos.

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Comente com o Facebook

Av. do Contorno - n°3979 sala 1004
Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG
30110-021

(31) 3384-8620

contato@digitalpixel.com.br

Voltar Para o Site