Tudo o que um planejamento de marketing digital deve ter!

Por Erik Willian

A forma como as pessoas interagem entre si e com empresas e marcas mudou. A grande maioria das ações de marketing que costumavam trazer retorno alto e rápido, como ligações ativas para prospects e distribuição folhetos, estão cada vez mais caras e ineficientes.

Some isso à concorrência acirrada e à grande oferta de produtos e serviços de alta qualidade que, com certeza, você já deve ter percebido que precisa tomar uma atitude rápida se não quer que o seu negócio fique para trás.

Nesse cenário, apostar no marketing digital é cada vez mais fundamental. Construir um site atrativo, manter as redes sociais sempre atualizadas, usar o conteúdo para posicionar a sua empresa como referência no segmento e investir em campanhas on-line são apenas algumas das frentes que podem ajudar a virar o jogo e vender mais.

No entanto, é preciso apostar da maneira certa e desenvolver um planejamento de marketing digital competitivo e eficaz. Quer saber como? Então, não deixe de ler o nosso artigo!

Definindo objetivos 

Tudo começa com objetivos bem definidos, afinal, quando não há uma meta a tendência é que as ações fiquem perdidas e, consequentemente, não gerem os resultados esperados.

Outro ponto importante nesse primeiro tópico do planejamento de marketing digital é que os seus objetivos precisam ser desafiadores e realistas.

Isso significa que objetivos fáceis demais podem não engajar a equipe o suficiente para que o projeto tome os rumos certos. Em contrapartida, estabelecer metas impossíveis faz com que a equipe desanime e vocês comecem a enxergar o marketing digital como uma daquelas iniciativas nas quais não é preciso prestar muita atenção.

Entendendo o agora para traçar o futuro

Mas como definir objetivos que sejam, ao mesmo tempo, desafiadores e de acordo com a capacidade da empresa e do mercado?

O primeiro passo é conhecer qual o cenário atual em que vocês estão inseridos. Em outras palavras, você deve avaliar a presença digital do negócio atualmente.

Levante em quais canais vocês já estão inseridos e como é realizada a atualização e manutenção deles. Avalie também se essas iniciativas estão contribuindo com vendas, leads, relacionamento com o cliente ou qualquer outra métrica de sucesso que seja importante para a empresa.

Também é ideal fazer um comparativo com os concorrentes e outras empresas que possam servir de referência para vocês.

Com esse diagnóstico em mãos, ficará mais fácil de visualizar em qual momento a empresa está e, a partir daí, definir quais devem ser os novos rumos e o que precisa ser feito para chegar no patamar desejado.

Defina aonde você quer chegar

Agora que você já tem o cenário atual da empresa nas mídias digitais, chegou o momento de traçar os planos para o futuro e estabelecer os objetivos.

Nesse momento, é preciso tomar bastante cuidado para que as metas realmente atuem como um indicador do planejamento de marketing digital, e não se tornem mais um dos parâmetros que ficarão pregados no mural de aviso e que ninguém dará importância.

Os objetivos também precisam vir acompanhados de dados quantitativos e prazos. Por exemplo, a meta da sua empresa com o marketing digital pode ser aumentar em 10% o volume de leads qualificados em 1 ano ou, até mesmo, diminuir em 30% o nível de reclamações e casos não atendidos de clientes.

Para cada objetivo um indicador

Outro passo muito importante na definição dos objetivos são os indicadores de performance ou KPIs, que nada mais são do que métricas para acompanhar a evolução do que vem sendo realizado.

Cada objetivo deve ter ao menos um indicador de performance que deve ser monitorado frequentemente para que seja possível tomar medidas rápidas caso as ações não estejam trazendo os resultados esperados.

Alguns exemplos de indicadores de performance são: taxa de conversão, qualidade da visita ao site, números de assinantes de uma newsletter, entre outros.

Conhecendo o público: como e por que criar personas?

Agora que você já definiu os objetivos e KPIs do seu planejamento de marketing digital, chegou o momento de dar o próximo passo e conhecer a fundo quem são as pessoas com quem a sua empresa deseja se comunicar.

Afinal, de nada vai adiantar elaborar um plano incrível de marketing digital, realizar altos investimentos e inovar nas ações se a sua empresa estiver falando com as pessoas erradas ou, pior ainda, utilizando a linguagem e os canais inadequados.

O que são personas?

Personas nada mais são do que perfis semifictícios para representar o cliente ideal da sua empresa. Com elas, é possível entender a fundo quem são os potenciais clientes e quais os seus desejos e problemas.

Construir uma persona significa detalhar as características das pessoas com quem a sua empresa deseja se comunicar e, dessa forma, traçar estratégias muito mais efetivas.

Ainda está difícil de visualizar o que seria uma persona? Vamos a um exemplo:

Carlos tem 32 anos, é solteiro e trabalha como executivo de uma grande empresa, por isso possui uma rotina muito agitada e estressante. Gosta de estar sempre informado e por dentro das últimas tendências, o que o leva a procurar cursos e eventos frequentemente para se atualizar. No tempo livre, Carlos gosta de sair à noite com os amigos para bares e restaurantes.

Como as personas impactam no seu planejamento

Provavelmente, muito se fala de público-alvo na sua empresa e está bem claro para vocês qual o perfil demográfico da população que vocês gostariam de impactar.

No entanto, esse tipo de definição não é suficiente para conhecer as necessidades dos clientes e, muito menos, para traçar estratégias de marketing efetivas.

Afinal, entre os “homens e mulheres de 25 a 35 anos, da Classe AB”, existem diferentes necessidades, estilos de vida e poder de consumo. E é por isso que as personas são tão importantes.

São elas que nortearão todo o planejamento de marketing digital e permitirão com que a sua empresa utilize a linguagem, canais, design e formatos mais adequados para que os objetivos sejam atingidos.

Quais canais utilizar?

Vamos agora para o próximo passo de um planejamento de marketing digital e, talvez, o que mais gere dúvidas, uma vez que, na internet, as opções são muitas: redes sociais, e-mail marketing, site, marketing de conteúdo, entre outros.

Mas não é apenas porque há um grande leque de opções que isso significa que a sua empresa precisa atuar em todas elas para obter os resultados esperados, muito pelo contrário.

Seja certeiro

Se as suas personas utilizam o LinkedIn para procurar pelos produtos e serviços que a sua empresa oferece, será que realmente há necessidade em criar um perfil no Instagram?

Muito mais do que seguir a grande tendência do momento, um plano de marketing digital de resultados precisa priorizar e focar os esforços nos canais em que os seus clientes estejam presentes e façam sentido para o negócio.

Outro ponto importante aqui é identificar como as personas utilizam cada um desses canais e analisar se isso vai de encontro aos objetivos do plano.

Por exemplo, se a sua empresa quer estreitar o relacionamento e aumentar o engajamento dos clientes nas redes sociais e as suas personas utilizam o Twitter apenas como um canal para ler notícias (sem publicar ou interagir com marcas), essa provavelmente não é uma rede a ser priorizada na estratégia.

Monitore de perto

Pode ser que, no começo, seja mais difícil de identificar quais mídias trazem mais retorno ou onde as personas são mais ativas. Se esse for o caso, a sua empresa pode começar com uma atuação mais ampla e ir priorizando aos poucos.

Para isso, é fundamental monitorar de perto e fazer análises constantes. Veja quais os canais que estão trazendo o retorno necessário e vão de encontro aos objetivos traçados. Os que estiverem fora das expectativas podem ser descontinuados ou, até mesmo, começar a serem tratados como estratégias complementares.

Cada canal precisa de um planejamento

Outro ponto importante nesse tópico do plano de marketing é que cada canal escolhido precisará de seu próprio planejamento, cronograma, responsáveis, objetivos e investimentos.

Uma vez que, no mundo digital, cada ferramenta e mídia possui uma característica diferente, é necessário estudar suas ferramentas e definir formas de atuação diferentes, porém complementares.

Para facilitar a compreensão, vamos dar alguns exemplos práticos nos próximos parágrafos.

O e-mail marketing é um excelente canal de vendas para lojas virtuais e de relacionamento com clientes. Para ser efetivo, é preciso entender o comportamento das personas com esse tipo de comunicação e criar peças e conteúdos atrativos.

Já os blogs são poderosas ferramentas de marketing de conteúdo e tem o potencial de ajudar a posicionar a sua empresa como autoridade no segmento. Para tanto, deve ser realizado um estudo de temas mais interessantes para as personas e manter uma frequência de atualização.

Conteúdo não é importante. É fundamental. 

Na internet, conteúdo é rei.

Esse é um dos pontos primordiais de um planejamento de marketing digital, uma vez que o conteúdo tem o poder de chamar a atenção das suas personas, elevar os níveis de engajamento e posicionar a sua empresa como referência no mercado.

Por que conteúdo importa tanto?

Você ainda está um pouco receoso de que o marketing de conteúdo realmente possa fazer alguma diferença nos resultados da sua empresa? Então, vamos te dar alguns argumentos que farão com que você mude de ideia:

Maior visibilidade

A grande maioria das empresas já está convencida de que a internet é uma excelente maneira de fidelizar clientes, ganhar exposição de marca e aumentar as vendas. Por isso, a concorrência está cada vez mais acirrada.

Como fazer, então, para ganhar mais visibilidade e não precisar incrementar constantemente os investimentos em mídia? Sim, a resposta é o marketing de conteúdo!

Se a sua empresa tiver um blog, por exemplo, e atualizá-lo constantemente com dicas úteis para as personas, a tendência é que esses conteúdos comecem a ser compartilhados e acessados.

Isso contribuiu para que a sua empresa ganhe relevância e visibilidade, aumentando os índices de autoridade do site e fazendo com que ele apareça nas primeiras posições de busca do Google, por exemplo.

Estabelecer e estreitar o relacionamento 

O marketing de conteúdo é uma excelente ponte entre a sua empresa e os clientes. Além de conseguir a atenção das personas do seu negócio, ao fornecer informações que as ajudem, você abre um canal de comunicação altamente qualificado.

O fato de a sua empresa poder se posicionar como referência no mercado também faz com que a marca se torne muito mais lembrada e os clientes sejam atraídos até vocês.

Ou seja, os clientes sentem mais confiança na sua empresa e enxergam maior valor ao fazer negócios com vocês, gerando uma base altamente fiel de clientes.

Manter a base de leads nutrida

Por mais qualificado que seja um lead, ele nem sempre estará pronto para consumir o seu produto ou serviço naquele momento. E isso não significa que esse é um contato que não deve mais ser trabalhado, pelo contrário.

É fundamental manter os leads sempre por perto e estabelecer um relacionamento de qualidade com eles. Dessa forma, quando eles tomarem a decisão de compra, a sua empresa com certeza será uma das primeiras a serem lembradas.

O marketing de conteúdo é novamente uma excelente ferramenta para que isso aconteça. Por meio de fluxos de e-mail marketing e oferta de materiais como eBooks, por exemplo, a sua empresa mantém uma comunicação de qualidade com os leads.

Esse tipo de iniciativa colabora para a nutrição de potenciais clientes, fazendo com que esses contatos não se percam e seja possível convertê-los em vendas no futuro.

Redução do custo de aquisição de clientes

Você já parou para analisar qual é o gasto da sua empresa para transformar um lead em cliente? E-mails, ligações telefônicas, visitas presenciais de um consultor…. Todos esses contatos oneram custos e isso pode estar fazendo a margem de lucro diminuir.

O marketing de conteúdo permite tornar o processo mais eficaz e qualificado. Uma vez que a sua empresa disponibiliza materiais que ajudam as personas a sanar dúvidas e a reconhecer a sua marca como referência no mercado, elas começam a ser atraídas naturalmente.

Além disso, a visibilidade do negócio aumenta e se transforma em um verdadeiro chamariz de clientes. Com isso, a equipe de vendas recebe os leads mais “prontos” e o processo até a conversão é muito mais ágil e certeiro.

Como fazer Marketing de Conteúdo

Agora que você já está convencido de que o marketing de conteúdo é um grande aliado para posicionar a sua empresa com destaque e incrementar o faturamento, chegou o momento de entender como essa estratégia deve ser implementada.

Novamente, sem um planejamento claro e coerente, o marketing de conteúdo dificilmente fará milagres. Por isso, você precisa conhecer muito bem quem são as suas personas e definir os objetivos adequados.

Maneiras de implementar o marketing de conteúdo

Existem diversas maneiras de produzir e divulgar conteúdo e atrair mais leads para o seu negócio.

Talvez, a mais primordial delas seja a criação de um blog, já que ele permite total controle das estratégias de conteúdo e ainda colabora na otimização do site da sua empresa.

Ainda é possível produzir eBooks, guias, infográficos e videoaulas para temas mais complexos ou que necessitam de um aprofundamento maior.

Criar um fluxo de e-mails para divulgar os materiais, manter os leads nutridos e estreitar o relacionamento com clientes também são estratégias de grande importância do marketing de conteúdo.

Como monitorar os resultados?

Estamos chegando ao final do planejamento de marketing digital e, não menos importante, o monitoramento dos resultados permitirá com que a sua empresa avalie se as ações estão caminhando na direção correta.

É essencial acompanhar os resultados frequentemente. Com isso, é possível avaliar os indicadores de performance e, caso seja necessário, redefinir estratégias e focar naquilo que realmente está trazendo resultados.

Ou seja, o monitoramento permite com que a sua empresa otimize os investimentos e ainda tenha a vantagem de conseguir aproveitar oportunidades conforme elas surgirem.

Planejando o monitoramento

Sim, o monitoramento de resultados também precisa ser pensado antes que as ações sejam implementadas. Dessa forma, é possível definir quais serão os KPIs acompanhados e quais ferramentas vão ser utilizadas para cada canal.

A parte boa é que o marketing digital é totalmente mensurável e não faltam excelentes ferramentas gratuitas e pagas para ajudar nessa tarefa.

Google Analytics, por exemplo, é uma ferramenta bastante completa para analisar os acessos e a qualidade de visita ao site da sua empresa. E, se você pretende vender pela internet, ainda é possível acompanhar o faturamento e as fontes de tráfego que mais trouxeram conversões.

Ainda existem diversas ferramentas para monitorar e analisar o engajamento das redes sociais, e-mail marketing, campanhas de performance, entre outros.

Pesquise as opções disponíveis no mercado e defina quais se adequam melhor às necessidades da sua empresa e aos objetivos que precisam ser conquistados.

Como uma agência digital pode me ajudar?

Muitas empresas ainda acreditam que o marketing digital não é uma tarefa tão complexa assim, afinal, todos temos perfis nas redes sociais e recebemos e-mails diariamente.

No entanto, para alcançar os resultados esperados e aproveitar o que cada ferramenta tem que de melhor, é necessário possuir conhecimentos específicos e ter profunda experiência na área.

E é exatamente nesse momento que vale a pena refletir se uma agência digital não pode ajudar a sua empresa a definir os melhores caminhos e a crescer.

As vantagens de contar com uma agência digital

As habilidades impactam nos resultados

Como falamos acima, o marketing digital é uma atividade complexa que demanda diferentes habilidades e conhecimento.

Para você ter uma ideia, para desenvolver e implementar uma estratégia de otimização de sites, por exemplo, é preciso de uma pessoa que entenda de programação, outra de conteúdo, outra para fazer a parte de divulgação e um especialista no assunto. 

E esse modelo vale para todas as demais atividades do universo digital. Por isso, a menos que você esteja disposto a contratar uma equipe completa para atuar internamente, uma agência digital pode ser de grande ajuda para oferecer essa estrutura tão robusta para o seu negócio.

A agilidade de mudanças é grande

O meio digital é muito rápido e muda constantemente. Quase que diariamente vemos novas ferramentas sendo lançadas e atualizações surgindo no Facebook, Google, entre outros.

Acompanhar o ritmo desses canais não é uma tarefa nada fácil, principalmente se você precisa estar focado na estratégia do negócio e em outras métricas importantes para a empresa.

Novamente, uma agência digital pode ajudar bastante nessa tarefa, uma vez que o foco deles é justamente acompanhar as tendências e novidades e adaptar e indicar os caminhos mais adequados para os clientes.

Diferentes conhecimentos podem ser úteis

Com certeza, você conhece bastante do mercado em que a sua empresa atua e já tem uma noção bem clara do que pode ou não dar certo.

No marketing digital, no entanto, esse conhecimento profundo no segmento pode não ser suficiente, já que a característica desses canais é justamente o dinamismo.

Uma agência, além dos conhecimentos nas ferramentas, também já atuou com clientes dos mais diversos portes e mercados. E isso gera um aprendizado valioso de referências e situações que podem ser aproveitadas pela sua empresa, tornando a estratégia mais rica e com alto potencial de retorno.

Conclusão 

O planejamento de marketing digital é uma atividade trabalhosa e demorada, no entanto, para extrair os melhores resultados para a sua empresa, é fundamental que essa etapa seja cumprida.

Dedique um tempo a entender as personas do seu negócio e a estruturar as ações, cronogramas e responsáveis por implementar e acompanhar as estratégias. Não deixe, também, de estabelecer objetivos desafiadores e acompanhar constantemente os resultados que estão sendo obtidos.

Para ir ainda mais longe, nada melhor do que contar com a ajuda e expertise de quem conhece a fundo o universo do marketing digital e pode acrescentar conhecimentos valiosos para a sua empresa, como uma agência especializada.

Conforme os resultados forem surgindo, temos certeza que você começará a se questionar porque demorou tanto para apostar na internet!

Se você ainda está com um pé atrás para começar o seu planejamento de marketing digital em um período de incertezas econômicas, não deixe de ler o nosso artigo e ver por que é tão importante investir em momentos de crise.

Erik Willian

Fundou a Digital Pixel em 2010, nascido em Belo Horizonte / MG, é experiente tanto na área de desenvolvimento como nas atividades de planejamento, atendimento. Atualmente é o responsável, na Digital Pixel pelo setor comercial e planejamento. Trabalhando com prospecção e adquisição de novas parcerias/clientes para a empresa. Participa ativamente dos projetos da empresa, e esteve presente desde a pré-contratação à entrega em mais de 1000 projetos web de diversos seguimentos.

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Comente com o Facebook

R. Duarte da Costa, 405 - Liberdade - BH/MG - 31270-170

(31) 3384-8620

contato@digitalpixel.com.br

Voltar Para o Site

× Fale conosco