Entenda o que um site adequado ao público precisa ter

Por Erik Willian

entenda-o-que-um-site-adequado-ao-publico-precisa-ter.jpeg

Atualmente, com todos os recursos que a internet proporciona, qualquer negócio que vise lucro precisa investir em um bom site.

O comércio online vem crescendo e atraindo a preferência dos consumidores. A facilidade de encontrar os produtos desejados, comparar ofertas e buscar informações, tudo isso no conforto de casa, são grandes diferenciais.

Porém, para ter sucesso nessa estratégia, é preciso planejamento. Os empreendedores precisam entender o que um site precisa ter para atrair e converter o público, gerando lucro ao negócio.

Se você deseja montar um bom site, que atenda às necessidades do seu público-alvo, confira nosso post de hoje!

A importância de ter um bom site

Com a expansão do acesso à internet, cada vez mais os consumidores têm escolhido o meio online para fazer compras.

Se, antigamente, as empresas se limitavam pela região, hoje, é possível vender para qualquer pessoa do mundo, com um site funcionando em todos os momentos. Para o empreendedor, o custo de operação e manutenção é bem inferior ao de uma loja física.

Porém, não adianta simplesmente criar um site e esperar a mágica acontecer. É preciso muito trabalho, dedicação e planejamento. São nesses pontos que muitas empresas erram e acabam fechando as portas antes mesmo de atingir a maturidade do negócio.

Por isso, é preciso estudar, entender o que um site precisa ter para ser eficiente, conseguir captar novos potenciais clientes e convertê-los em clientes reais. E não podemos nos esquecer, ainda, do trabalho de fidelizar os consumidores.

O que um site precisa ter para apresentar bons resultados

Vamos, então, mostrar a você os principais pontos que merecem atenção ao criar um negócio online. Acompanhe:

1. Plataforma fácil e dinâmica

Escolher a plataforma adequada para hospedar o seu site é um passo extremamente importante. Um bom sistema deve possibilitar alterações futuras com agilidade e facilidade. Então, se você tomar uma decisão errada nesse sentido, poderá perder oportunidades de negócio.

A cada dia, nascem novas técnicas e tendências que ajudam as empresas e os consumidores. Os plugins, por exemplo, oferecem diversos recursos, que podem ser adicionados conforme a necessidade.

Uma ótima dica de plataforma é o WordPress, que permite a flexibilidade de edição de conteúdos. Você não ficará preso a tecnologias proprietárias e contará com o suporte de programadores espalhados pelo mundo inteiro.

2. Conteúdo relevante para o público-alvo

Há cada vez menos espaço para empresas que insistem em vendas forçadas: os anúncios de antigamente eram invasivos, e os consumidores, bombardeados com informações indesejadas.

Não que esse tipo de marketing tenha se esgotado ou se tornado ineficaz, já que ele ainda existe e é utilizado. Mas é preciso se atualizar e acompanhar as mudanças de comportamento dos consumidores.

Até finalizar suas compras, as pessoas passam por estágios. Elas conhecem um problema que têm, enxergam as oportunidades, buscam soluções, comparam diferentes ofertas e, aí sim, tomam a decisão.

Então, é necessário fornecer toda essa cadeia de informação. A empresa que faz isso ganha autoridade e se torna uma referência no mercado, atraindo e fidelizando clientes.

Para essa estratégia, é interessante ter um blog no site, mantendo publicações relevantes, que ajudem os consumidores em toda a jornada de compra.

3. Caminho rápido para a compra

O dia a dia das pessoas é corrido. E uma das grandes vantagens do comércio online está justamente ligada a esta questão: oferecer praticidade.

Comprando em um site, os consumidores não precisam enfrentar filas e trânsito, ou, então, andar quilômetros e não encontrar o produto desejado. Na internet, todas as operações precisam ser feitas com agilidade.

Por isso, ao pensar em o que um site precisa ter, você não pode se esquecer de criar um caminho rápido para a compra.

Esse acesso deve ser intuitivo, independentemente do grau de conhecimento do usuário. Se o cliente precisar entrar em várias páginas até chegar ao botão de compra, a possibilidade de ele desistir e trocar a sua empresa por uma concorrente é grande.

Facilite o processo, crie botões intuitivos, como “Compre aqui”, ou, simplesmente, “Comprar”.

4. Checkout otimizado

Um dos pontos mais importantes de um site é o checkout, o processo que acontece depois que o consumidor clica em “Comprar”. Muitas empresas pecam nesse quesito e carregam uma taxa de abandono de carrinho bem significativa.

Alguns erros são clássicos, como a necessidade de cadastro longo, com informações que os consumidores podem não saber de cabeça.

Outro deslize é não deixar claro o valor total do pedido, não demonstrando os custos da entrega, por exemplo. No fim do processo, na hora de fechar o pedido, o potencial cliente se depara com um valor adicional, não esperado, que o faz desistir de toda a compra.

Por isso, otimize o processo de checkout. Tente eliminar tudo aquilo que não é realmente necessário. Peça somente as informações básicas para a entrega e que sejam capazes de possibilitar o contato posterior.

5. Integração com as redes sociais

As redes sociais se tornaram excelentes ferramentas para as empresas.

O Facebook, por exemplo, é um ótimo canal para divulgar seus produtos, buscar novos consumidores, expandir o conhecimento da marca, enxergar o comportamento do público e identificar oportunidades. A rede LinkedIn, focada no ambiente empresarial, é ótima para buscar leads qualificados.

Para utilizar esses recursos de maneira efetiva, um bom site deve apresentar a possibilidade de compartilhamento de conteúdo de forma facilitada.

Com apenas um clique no botão de compartilhar na rede social, o cliente poderá mostrar um produto ou conteúdo para seus amigos. É bom para ele e ótimo para a empresa!

6. Preparação para a busca orgânica

Como consumidores, quando procuramos um produto sem ter uma marca específica em mente, um caminho tradicional é utilizarmos mecanismos de busca, como o Google. Estar nas primeiras posições dos resultados de busca aumenta bastante o tráfego no site, possibilitando a conversão em vendas.

Para isso, deve-se entender e aplicar as técnicas de SEO (Search Engine Optimization)Elas facilitam que as páginas sejam localizadas e se tornem referências de consulta. 

A construção de um site e o sucesso do seu negócio

Como vimos em nosso artigo, é fundamental entender o que um site precisa ter para conquistar bons números para o seu empreendimento. Esteja atento a cada ponto que destacamos. Eles farão toda a diferença em suas estratégias.

Escolha uma boa plataforma, crie conteúdos relevantes, forneça um caminho rápido para a compra, otimize o processo de checkout, integre o site com as redes sociais e invista em técnicas de SEO.

Para melhorar ainda mais os resultados, é recomendado contratar uma agência especializada na criação de sites e marketing digital. Ela fornecerá todo o suporte necessário, otimizando o investimento e proporcionando resultados mais expressivos, com mais rapidez.

Agora que você já sabe o que um site precisa ter, siga aprendendo e confira 5 motivos para se preocupar com a experiência do usuário.

Erik Willian

Fundou a Digital Pixel em 2010, nascido em Belo Horizonte / MG, é experiente tanto na área de desenvolvimento como nas atividades de planejamento, atendimento. Atualmente é o responsável, na Digital Pixel pelo setor comercial e planejamento. Trabalhando com prospecção e adquisição de novas parcerias/clientes para a empresa. Participa ativamente dos projetos da empresa, e esteve presente desde a pré-contratação à entrega em mais de 1000 projetos web de diversos seguimentos.

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Comente com o Facebook

Av. do Contorno - n°3979 sala 1004
Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG
30110-021

(31) 3384-8620

contato@digitalpixel.com.br

Voltar Para o Site