Entenda o que é a taxa de rejeição de um site e como avaliá-la

Por Erik Willian

entenda-o-que-e-a-taxa-de-rejeicao-de-um-site-e-como-avaliala.jpeg

A taxa de rejeição de um site é um fantasma na vida de muitos administradores de páginas. Ao se deparar com altos dados negativos, não sabem ao certo o que fazer e nem sabem justificar os números. Entretanto, é preciso manter a calma.

O simples fato de essa taxa estar elevada, não significa que realmente há um problema com sua página. Para ajudá-lo nessa missão, no post de hoje, mostraremos o que é a taxa de rejeição, quais são as principais dificuldades que seu site pode apresentar e como resolvê-la.

Pronto para melhorar os pontos fracos da sua página? Boa leitura!

O que é a taxa de rejeição?

Taxa de rejeição ou bounce rate é a porcentagem de visitantes que acessa seu site advindos de qualquer mídia, mas não visitam nenhuma outra página a não ser a primeira. Outra possibilidade é não converter ou fazer alguma ação relevante, saindo do site em seguida.

Dessa forma, podemos dizer que essas pessoas são visitantes de uma página só. A palavra rejeição é muito negativa em nossa língua, porém nem sempre que alguém visita apenas uma página está rejeitando a página em questão. Podemos pensar, por exemplo, em páginas como a Wikipédia, em que os usuários entram para ver determinadas informações e saem quando satisfeitos.

O fato de sair na mesma página que entrou não significa que a página possui algum problema ou falta de relevância. Muitas vezes, o que acontece é que os usuários apenas já encontraram o que precisam ou não foi oferecido algo atrativo o suficiente para que ele migrasse para outro local.

Como ela atua?

A taxa de rejeição é contabilizada quando algum desses eventos é realizado pelo usuário na mesma página que ele entrou:

  • apertar o botão voltar;
  • fechar a página;
  • digitar um novo endereço;
  • ficar em inatividade (30 minutos sem ação).

Taxa de rejeição x taxa de saída

Como vimos, a taxa de rejeição de um site mede quantos usuários saíram da página sem fazer ações ou conversões. Existe ainda a taxa de saída, que verifica, simplesmente, o percentual de pessoas que saíram da sua página, tendo ou não participado de algum evento na própria página ou anterior.

Por que ela importante?

Quando as pessoas visitam apenas uma página de nosso site, isso pode ser um sinal que temos alguns problemas sérios, como:

1. Falta de navegabilidade

Talvez a página tenha links quebrados ou o usuário tem dificuldades para encontrar o menu. Sendo assim, ele se sente encurralado e acaba saindo da página.

2. Promessas falsas

Se você tem propagado sua página com títulos falsos, os usuários devem sair rapidamente da sua página com insatisfação.

3. Falta de relevância

Uma das possibilidades é a falta de compatibilidade entre as pessoas que acessam sua página e o perfil desejado para site. Pense em amantes do futebol sendo levados a um site sobre ginástica olímpica.

Ainda que existam os que gostem das duas modalidades, a maioria sentirá que não possui nenhuma ligação com o conteúdo. Eles não terão outro caminho a não ser abandonar a página.

Desta forma, lembre-se que você não deve apenas querer mais visitantes em sua página, mas sim buscar um público que tenha relação com o que você divulga.

Como devemos avaliá-la?

Para ajudá-lo a verificar a porcentagem deste dado em suas páginas, preparamos uma lista com mitos e verdades.

1. Taxa de rejeição alta sempre significa problemas

Mito. Considerar a taxa de rejeição como absoluta, é uma inverdade. Sendo assim, ela deve ser comparada a outros dados. Só dessa forma será possível fazer um diagnóstico preciso dos problemas enfrentados.

2. É necessário segmentar dados para fazer uma análise profunda

Verdade. A principal forma de fazer um diagnóstico preciso é segmentando os dados. Veja quais são os canais em que a rejeição é maior. Talvez algumas das ferramentas utilizadas para propagar seu conteúdo tenha sido ineficaz.

Caso existam regiões geográficas em que haja mais rejeição do que outras, pode significar que seu negócio não tem abrangência nacional, mas muitas pessoas o acessam a partir de estados que você não atende.

3. O tipo de site não interfere na taxa de rejeição

Mito. É muito importante considerar o tipo de site que você possui, visto que os usuários interagem de forma diferente em cada um deles. No caso dos blogs, por exemplo, muitos internautas desejam acessar apenas o que é novidade. Sendo assim, é comum que leiam um único post e saiam da página. Nesses casos, veja a taxa de rejeição de novos usuários.

Caso você tenha faqs (perguntas e respostas), páginas de suporte ou algo similar, lembre-se de que os visitantes querem apenas informações específicas. Sendo assim, logo após responderem suas dúvidas, o comportamento comum dos internautas é a saída.

Segundo a QuickSproult, estes são os dados aceitáveis para cada tipo de site:

  • portais de conteúdo e sites institucionais, entre 40 e 60%;
  • blogs, entre 70% e 98%;
  • lojas virtuais, entre 20% e 40%;
  • sites prestadores de serviços, entre 10 e 30%;
  • landing pages, entre 70 e 90%.

Por fim, acompanhe os dados ao longo do tempo. Isso poderá norteá-lo quanto à excelência do seu conteúdo e sua divulgação. Caso exista um grande aumento na taxa sem explicação aparente, há possibilidade de queda na qualidade de um desses pontos.

Como diminuir a taxa de rejeição de um site?

A partir dos dados já levantados, sua empresa conseguirá entender os principais pontos a melhorar. Veja algumas ações importantes para diminuir a taxa e aumentar a retenção dos usuários:

  • atualize sempre que possível seus conteúdos. Os visitantes não gostam de permanecem em páginas desatualizadas;
  • certifique-se de divulgar seu material para o público correto. Ter visitas, por si só, não garante nenhum tipo de vantagem;
  • deixe que sua publicação seja “escaneável”. Isto é, trabalhe com cores que chamem a atenção, intertítulos interessantes e parágrafos curtos. Dessa maneira, os visitantes poderão entender perfeitamente qual é o assunto do material. Use as técnicas de SEO para isso;
  • verifique se os botões e menus da página estão em funcionamento. Caso o usuário não veja forma de saída, ele fechará a página. Proporcione uma experiência agradável para ele;
  • evite o uso de pop-up ou de vídeos automáticos que possuam áudio. 

A principal forma de diminuir esse índice é produzir materiais de qualidade e relevantes para seu usuário. Por isso, use e abuse das estratégias utilizadas no marketing de conteúdo para atraí-los e mantê-los na página.

Ficou mais claro o que é a taxa de rejeição de um site? Então conte-nos quais são suas dúvidas e experiências sobre o assunto nos comentários. 

Erik Willian

Fundou a Digital Pixel em 2010, nascido em Belo Horizonte / MG, é experiente tanto na área de desenvolvimento como nas atividades de planejamento, atendimento. Atualmente é o responsável, na Digital Pixel pelo setor comercial e planejamento. Trabalhando com prospecção e adquisição de novas parcerias/clientes para a empresa. Participa ativamente dos projetos da empresa, e esteve presente desde a pré-contratação à entrega em mais de 1000 projetos web de diversos seguimentos.

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Comente com o Facebook

Av. do Contorno - n°3979 sala 1004
Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG
30110-021

(31) 3384-8620

contato@digitalpixel.com.br

Voltar Para o Site